Como cuidar de uma pessoa com Doença de Parkinson

Doenca-de-parkinson-como-cuidar

A doença de Parkinson é algo degenerativo do sistema nervoso central, crônico e progressivo. Sua causa está relacionada a diminuição significativa da produção de um neurotransmissor, a dopamina. Uma substância química responsável pela transmissão de mensagens entre as células nervosas e neurônios.

Essa doença neurológica provoca tremores, lentidão de movimentos, rigidez muscular e desequilíbrio, além de alterações na fala e na escrita. Apesar da gravidade dos sintomas, não é uma doença fatal nem contagiosa.

A doença de Parkinson afeta, normalmente, idosos e números oficiais indicam que mais de 200 mil pessoas tenham desenvolvido essa doença no Brasil. Entretanto, estudos estatísticos estimam que este número seja bem maior, podendo chegar a mais de 600 mil pessoas.

Não existe cura para a doença, nenhum remédio se mostrou eficiente para combater a diminuição excessiva da produção de dopamina pelo corpo do paciente. Entretanto, existem medicamentos capazes de repor parte da dopamina e diminuir os sintomas causados pela doença.

Principais sintomas

Podemos destacar os principais sintomas da Doença de Parkinson como sendo a lentidão motora; o enrijecimento de articulações do ombro, punho, cotovelo, coxa e tornozelo; tremores nos membros superiores mesmo quando estes se encontram em repouso, podendo ser observado predominância em um dos lados; e desequilíbrio. Além disso, pode ocorrer sintomas não-motores como diminuição do olfato, alterações intestinais e dificuldade para dormir.

Como adaptar a casa para alguém com doença de Parkinson?

Não importa se a pessoa com Parkinson viva sozinha ou não, é fundamental que a casa passe por uma adaptação, diminuindo as limitações impostas pela doença. Pequenas adaptações fazem toda a diferença:

Como cuidar de uma pessoa com doença de parkinson - Amparo Hospitalar

  • Organizar bem os cômodos da casa deixando os objetos mais utilizados num local de fácil acesso;
  • Remover tapetes escorregadios e ocultar fios elétricos;
  • Instalar um chuveiro de mão e providenciar uma cadeira de banho;
  • Ajustar a altura da cama;
  • Instalar barras de apoio nas paredes nos locais mais frequentados.

Paciência é o mais importante.

Quem sofre da Doença de Parkinson faz as atividades cotidianas levando muito mais tempo que o normal. E quem convive com o doente deve também ter isso muito claro. Se for expressada impaciência e pressa com a pessoa, ela irá tentar se apressar e, se não conseguir, ficará frustrada e até zangada, tornando todo o processo ainda mais complicado.

Na Amparo Hospitalar você encontra diversos produtos que podem ajudar quem tem doença de Parkinson. Ligue ou venha até a nossa loja para conversar com um de nossos profissionais.

img-pronto-atendimento img-produtos-custo-beneficio img-locacao-produtos img-venda-produtos img-servico-montagem-cama img-duvidas
PRONTO-ATENDIMENTO DE EMERGÊNCIA PRODUTOS COM CUSTO-BENEFÍCIO LOCAÇÃO DE PRODUTOS MÉDICOS HOSPITALARES VENDA DE PRODUTOS PARA TODO O BRASIL SERVIÇO DE MONTAGEM DE CAMA HOSPITALAR DÚVIDAS? CONSULTE A AJUDA
Fale com um atendente via WhatsApp
Comercial 1 Sérgio
Comercial 2 Marcos